Meio do mês de Agosto… Sol, praia, calor, gargalhadas!

 

Que bem que sabe!

 

No entanto, tenho a certeza que há por aí mamãs angustiadas, a quem volta e meia o coraçãozinho aperta, a pensar no início do ano letivo… pois será a primeira vez que deixarão o seu rebento aos cuidados de outras pessoas…

piscina_bolas

 

 

“E será que vão tratar bem? será que trocam a fralda vezes suficientes? Comerá bem? Terá o mesmo mimo que em casa?”.

 

E tantas têm a imagem do bebé com a ranhoca no nariz e o rabinho assado, deixado na espreguiçadeira a chorar sem feedback de um adulto.

 

STOP!

 

Respirem! Calma!

 

Voltemos atrás e pensem: “Viram vários locais? Este foi o vosso eleito?” – neste momento são vocês que têm que fazer escolhas, o bebé não tem essa capacidade!

 

Se a vossa decisão foi ponderada e está tomada o melhor é que a assumam, sem culpa e sem receios, apenas com atenção!

 

“Pois, mas eu é que sei como o meu bebé gosta de adormecer, agarrado ao meu dedo e a mexer no meu cabelo!” Calculo que cada mãe é a pessoa que melhor conhece o seu bebé, mas também estou certa de que para um normal desenvolvimento todos temos que nos relacionar com o mundo e aprender a encontrar locais seguros e tão confiáveis como os braços das nossas mães!

 

Ainda não vos convenci? Vejam este cenário:

 

” – Todos os dias saio do trabalho às 18h, vou buscar o meu bebé com 9 meses à escolinha, seguimos para casa, pouso-o na cama de viagem e dedico-me a fazer o jantar. Vamos às compras ao sábado de manhã, enquanto a avó baba o neto e nós imploramos que não lhe dê colo em excesso!

 

- Hoje foi uma excepção!

 

Saí às 15h e logo pensei em ir buscar o nenuco e com ele antecipar as compras de sábado para que pudessemos, mais tarde, os 3, ter um sábado inteirinho para nos mimarmos!

 

O bebé estava na piscina de bolas, sorriu e agarrou-me o pescoço com ternura… fomos às compras, não consegui perceber porque berrava, não consegui lembrar-me de tudo o que precisava, entrei em casa irritada por saber que teria que voltar no sábado e por achar que aquele dia devia ter sido diferente…”.

 

Quem se revê? O que falhou?

 

Falhou a rotina… o bebé está habituado a vir do infantário às 18h, não às 15h!

 

E por outro lado… não parece mais interessante aos 9 meses estar numa piscina de bolas do que no supermercado?

 

É isso mesmo. As escolas, berçários e infantários são locais adequados a bebés e crianças! Apesar de estarem longe dos pais eles divertem-se e aprendem regras, rotinas, socializam e… aprendem!

 

Chega de se culpabilizarem por não poderem estar com os vossos bebés 24 horas por dia até eles irem para a faculdade!

 

 

Não é bom para nós nem para eles!

 

Vivam as piscinas de bolas!