+351 220 120 945

Bem-vindo(a)!

2 Item(ns)

por página

O menino sol que nunca queria ir dormir

domingo, 30 de Outubro de 2016 18:00:00 Europe/Lisbon

O menino sol que nunca queria ir dormir

 

 

O Menino Sol Que Nunca Queria Ir Dormir - Histórinhas D' Embalar #37

 

Há muito, muito tempo, há milhões de anos atrás, não existia nada à face da terra… Nada de nada! Nem mesmo pessoas ou animais. Em contrapartida, o céu já era habitado: o Sol, a Lua, as estrelas… Já lá estavam todos. Naqueles tempos, eram ainda muito novos, caprichosos, malucos e, por vezes, mal-educados. Sobretudo o Sol! Passava o tempo a passear os seus raios novos e ofuscantes, todo orgulhoso por ser o mais luminoso, o mais cintilante! Aborrecia toda a gente com os seus raios, o seu calor e a sua luz.

— Para de brilhar! Fazes-nos mal aos olhos! — diziam as nuvens.

— Apaguem-no! Não consigo fechar os olhos! — resmungava a Lua.

— Ah, estes jovens! Julgam que podem fazer tudo! — protestavam as estrelas mais velhas.

— Mas tu nunca estás quieto? — suspirava a Terra, extenuada.

— É sempre de dia! Nem podemos fechar os olhos! — diziam as pequenas estrelas, que, como todas as crianças, precisavam de dormir.

Todos os habitantes do Céu, cansadíssimos, irritados, tristonhos, começaram a pensar no que fazer ao menino Sol para ele brilhar menos: fechá-lo num armário escuro, pôr-lhe graxa preta…

— Isto não pode continuar! — trovejava a Trovoada. — Temos de encontrar uma solução.

E teve logo uma ideia, que contou à Lua e às estrelas.

A Trovoada teve então uma conversa com o menino Sol.

— Solzinho, tivemos uma ideia. Vais brilhar entre nós algumas horas e, depois, ala!,vais brilhar para o outro lado da Terra. Assim, fazes algumas horas connosco e algumas horas com o outro lado. Enquanto lá estiveres, eles divertem-se e nós dormimos. E enquanto estiveres entre nós, eles descansam. Assim, não precisas de parar e toda a gente ficará satisfeita!

O menino Sol saltou de alegria face à ideia de ter duas casas e, sobretudo, amigos em todo o lado.

A partir daí passou a haver noite na terra, para grande felicidade dos seus habitantes, que podem assim repousar. Foi nessa altura, aliás, que os homens apareceram, dizendo que, com um pouco de Sol durante o dia e um pouco de escuro à noite, a vida seria bem agradável na Terra.

Sabe-se que, à noite, o Sol nunca chega a desaparecer totalmente, mas que está simplesmente do outro lado da Terra, a viver a sua segunda vida, na sua segunda casa, à espera de voltar. É por isso que nunca se deve ter medo do escuro.

 

 

Sophie Carquain
Petites histoires pour devenir grand
Paris, Albin Michel, 2003
(Adaptado)

 

Comentários | Adicionado em Histórinhas d' Embalar por Joana Freitas

Dormir fora de casa com o bebé

terça-feira, 23 de Agosto de 2016 18:00:00 Europe/Lisbon

Dormir fora de casa com o bebé

 

DORMIR FORA DE CASA COM O BEBÉ

 

Conselhos da nossa marca PABOBO para um sono tranquilo...principalmente precioso em férias!

As férias de verão são, por vezes, sinónimo de viagens e, portanto, requerem do seu filho alguma adaptação. Especialmente quando se trata de dormir em outros lugares que não em casa, longe das suas referências habituais ...

 

Temos aproveitado alguns conselhos de especialistas para ajudá-lo:

 

1-Comece cedo

Habituar o bebé desde tenra idade a dormir noutros locais que não apenas a sua casa fará com que apreenda que tudo está bem, tão bem como se estivesse em casa.

 

2- Leve a sua mantinha de afeto

Seja ele um doudou ou uma fraldinha, raro é o bebé que não tem o seu objecto de afago, por isso deverá levá-lo sempre, para que permaneça confiante e portanto , sem receio de ir dormir.

 

3-Escolha onde o bebé irá dormir

Procure um local acolhedor onde possa sentir-se seguro, mesmo que haja alguma música ou ruído de fundo.

 

4- Mantenha o ritual do deitar

Essencial para o bebé  se sentir em casa e, dormir, como de costume.

 

5-Explique o que vai acontecer

Por norma as crianças não gostam do escuro: explique que irá estar no quarto do lado, bem perto, e verá como se sentirá mais sereno. Dependendo do nível de compreensão, entre os 12 e os 18 meses, poderá ter um diálogo prévio sobre o que são férias!

 

6- Encontre o momento certo para ir dormir

Preferencialmente mantenha o horário habitual

 

7- Limite o número de pessoas na hora de dormir

É melhor limitar o número de pessoas que vão acompanhá-lo na hora de dormir. A presença dos pais é suficiente para tranquilizar o bebé, sem necessidade de deslocar todos os convidados. Isto pode excitar bebé e atrasar o sono.

 

8- Dê tempo

Melhor estar 20 minutos com ele para adormecer, do que acordar uma dúzia de vezes com o bebé inquieto e assustado.

 

9- Esteja alerta

Fora da casa, o intercomunicador -  pode ser uma ajuda preciosa, pois rapidamente acorremos a um ataque de lágrimas.

 

10-Tranquilize o bebé com uma luz de companhia

Para maior conforto e comodidade, uma luz de presença/companhia pode ser a solução ideal. Pode levar para qualquer lado e dará aquela serenidade extra que em férias tanto desejamos.

 

Espreite aqui as sugestões da Pabobo que ADORAMOS!

 



Etiquetas:

Comentários | Adicionado em Publicações por Joana Freitas

2 Item(ns)

por página