Nos tempos que correm é cada vez mais comum e importante que os pais planeiem a sua gravidez antes da concepção, uma vez que ao planearem a gravidez estão, também, a proporcionar ao bebé a possibilidade de este nascer mais forte e saudável.

 

É recomendado o planeamento da gravidez a mulheres com mais de 35 anos, mulheres com doenças crónicas, mulheres com historial de doenças genéticas na família e mulheres que tiveram problemas em gravidezes anteriores.No entanto, todas as mulheres acabam por ganhar com o planeamento da gravidez.

 

Desta forma, antes da concepção, é aconselhado que os futuros pais façam um exame médico completo, podendo despistar a existência de qualquer doença que possa afectar quer a concepção, quer o desenvolvimento da gravidez.

 

A análise ao sangue, medição da pressão arterial, confirmação de imunização contra rubéola e uma análise ao historial clínico são os pequenos exames que compõe todo o exame médico completo.

 

No decorrer desta consulta, é importante que se tenha em atenção o estilo de vida da futura mãe, para que lhe possam ser recomendadas algumas alterações, tais como: deixar de fumar, diminuir o consumo de bebidas alcoólicas, não utilizar nenhum tipo de droga, ter uma alimentação equilibrada, praticar algum exercício físico e eliminar toda a medicação desnecessária.

 

Em suma, o planeamento de uma gravidez só traz vantagens quer para os futuros pais, quer para o bebé que pode, assim, ser concebido com mais tranquilidade e nascer mais forte e saudável.