dia_do_homem

 

Há quase 9 anos que acolho no D'Barriga casais grávidos.

Há quase 9 anos que observo diferentes e únicas dinâmicas familiares.

Há quase 9 anos que tenho o previlégio de fazer parte de ene famílias que connosco/comigo partilham das suas mais íntimas emoções, os seus mais inquietos receios, medos e expectativas.

E sempre, desde o 1º dia, que o pai, o Homem, teve também ele o seu lugar na nossa missão de contribuir para uma parentalidade informada e consequentemente mais serena e saboreada.

Há 9 anos que observo.....e é maravilhoso ver a transformação de um homem num pai, em tudo aquilo que ser pai acarreta: instinto de protecção, preocupação, sentido de responsabilidade, etc.

Há quase 9 anos que, independentemente da forma como se manifestem, o que observo e estou certa é que os pais AMAM as suas mulheres no dia em que pela primeira vez vêm o seu bebé mais do que em qualquer outro dia anterior a esse. E é tão BONITO.....já soube de um pedido de casamento na sala de partos!, já tive abraços inesperados de pais contidos, já recebi telefonemas fora de horas de júbilo e necessidade de partilha......e é FANTÁSTICO ver, saber e comungar desses momentos com eles e as famílias.

Mas eis que chegados a casa desaba sobre todos o receio de não ser capaz, a dúvida sobre cada atitude - e TODOS nós queremos fazer da forma certa à primeira, ou melhor - queremos fazer per-fei-to!

Mas ser pai ou mãe não se trata de ser perfeito. Ser pai ou mãe trata-se de ENTREGA!


Hoje em especial pelo dia que se comemora, não poderia deixar de deixar uma palavra a todos os homens e homens pais que pelo D'Barriga têm passado uma palavra de carinho - cada um de vós me fez crescer. Obrigada pela confiança......D'Barriga, consigo!