osteopatia

 

A Osteopatia é um conceito que tem em conta a globalidade e a individualidade do ser humano.

 

É feita uma avaliação tendo em conta as dimensões física, emocional e psicossocial de cada indivíduo.

É fundamental relativizar os sintomas e procurar a origem do problema, até porque os mesmos sintomas podem ter origens diferentes. E o problema pode ser "de fora para dentro" ou de "dentro para fora", ou seja:

 

1) um traumatismo pode levar a uma disfunção vertebral/muscular que poderá ter como consequência uma disfunção no órgão com inervaçao correspondente;

 

2) uma alteração visceral (má alimentação, stress, medicação) pode levar a uma disfunção ao nível da vértebra e músculo correspondente;

 

Por outro lado, uma situação de stress emocional forte ou constante pode resultar num quadro de dor, alterações digestivas, alterações do sono, cansaço, etc... A Osteopatia pode ajudar equilibrando todos os sistemas.

 

No caso dos bebés, estes podem já ter vivenciado algum tipo de stress in-utero ou no parto, que é um processo traumático por si só, sobretudo nos casos em que se recorre a ventosa, forceps, cesariana, prolongado.

 

É muito comum que diagnósticos de tendinites, lombalgias, ciatalgias, entre outros, não se resolvam por apenas se ter em consideração o local da dor.

 

Mais uma vez, reforço a ideia que a Osteopatia se distingue pela procura da origem do problema e não se cinge apenas ao tratamento dos sintomas.