História para crianças

 

A TORRE QUE CHEGAVA ÀS ESTRELAS - Histórias d'Embalar #1

 

ERA UMA VEZ...

 

Um Ursinho que vivia numa linda casa com os seus pais.

A casa era pequenina, mas o pai Urso e a mãe Ursa tinham-lhe dado o quarto mais bonito, com uma enorme janela. Já a mãe e o pai Urso dormiam num quarto onde não havia nenhuma janela.

 

Todas as noites, o Ursinho ia para a cama dormir depois de ouvir uma história e de receber uns miminhos da mãe. E ficava a olhar pela sua janela para o céu cheio de estrelas.

 

O Ursinho gostava muito de ver as estrelas e a Lua brilhante. E adormecia feliz.

 

Já a mãe e o pai Urso dormiam num quarto onde não havia nenhuma janela. O único quarto com janela ficara para o Ursinho porque queriam que ele pudesse adormecer todas as noites com a luz mágica das estrelas.

 

 Um dia, ao conversar com a sua melhor amiga Corujinha, o Ursinho disse-lhe:

- Eu quero ir ao céu apanhar uma estrela para oferecer aos meus pais. Assim, eles vão poder dormir com a sua luz no quarto.

A Corujinha respondeu-lhe: - Tu não vais conseguir fazer isso, Ursinho. Não tens asas, como eu, para voar! E mesmo que tivesses, ia ser muito difícil conseguir lá chegar. É muito longe…

 

Mas o Ursinho não desistiu da ideia. É verdade que não tinha asas, mas não lhe faltavam imaginação e muita força de vontade de chegar às estrelas.

 

Foi então que resolveu construir uma torre tão alta, tão alta, mas tão alta, que o faria chegar ao céu.

O Ursinho foi então pegando em tudo o que conseguia apanhar para fazer a sua torre. Juntou mesas, bancos, carros de brincar, legos, baldes, livros, caixas, caixotes, caixinhas, até um foguetão de madeira... e empilhou umas coisas em cima das outras!

Passado algum tempo, e depois de muito trabalho, o Ursinho tinha conseguido construir uma torre tão alta, mas tão alta que do chão, não se conseguia ver o final!

 

Na noite em que terminou de construir a sua torre, esperou que o sol fosse dormir e a lua chegasse para então começar a subir.

 

Subiu...subiu...subiu... até que chegou finalmente ao céu! Quando lá chegou, agarrou na estrela mais brilhante que encontrou e trouxe-a com ele para casa.

 Nessa mesma noite, quando chegou da sua aventura pelas estrelas, o Ursinho foi bater à porta do quarto dos pais e ofereceu-lhes a estrela:

- Assim dormem como eu, iluminados pelas estrelas – disse, soltando a estrela que foi instalar-se luminosa no teto do quarto dos pais.

 

O Ursinho, o Pai e a Mãe Urso ficaram muito felizes porque a partir desse dia todos passaram a dormir debaixo de um céu sempre estrelado.

 

FIM!

- -

 

DICAS PARA PAIS

Há várias formas de criar uma sensação de segurança no seu filho:

- Oferecer um boneco mágico, uma lanterna mágica (para quem tem medo do escuro) e até “pós mágicos” para deitar antes de dormir (um saco com purpurinas faz milagres).

- Fazer pequenos teatros durante o dia em que os personagens passem por situações parecidas com as que o seu filho verbaliza e se saiam bem.

- Pedir ajuda ao seu filho para pequenas tarefas e agradecer-lhe, dizendo que é forte e crescido.

- Contar-lhe histórias de adormecer como “A Torre que chegava às Estrelas” em que não há maldade. Não lhe fale de lobos maus, de madrastas assustadoras ou de bruxas. As histórias para adormecer têm de ser tranquilas e felizes.

 

- -

 

AGRADECIMENTO ESPECIAL

A equipa do D'Barriga faz um agradecimento especial à SLEEPYTIME, na pessoa da FILIPA FERNANDES pela amabibilidade de partilhar a primeira histórinha, da rubrica HISTÓRINHAS D' EMBALAR, com os Pais do D'Barriga.

MUITO OBRIGADO!